Objetivos do blog

Uma grande oportunidade, de mostrar meus trabalhos e de outros artistas.
Pintando e escrevendo, minhas emoções, sonhos, dores, visões, paixões, o meu mundo de dentro de minha alma, de dentro para fora, sem regras.
Qualquer que seja a forma de expressão escolhida, criar é penetrar no nosso próprio interior, trazendo à tona tudo que de melhor possuímos, o que, em contato com o mundo externo, é capaz de comover e emocionar o outro.

Criar é sair de dentro da própria casca e voar em direção ao infinito.

segunda-feira, 1 de julho de 2019

Magda Colares


Magda Colares – E sua arte contemporânea.
Dando continuidade as nossas entrevistas com talentosos artistas plásticos brasileiros, temos a satisfação de apresentar a vocês a artista carioca Magda Colares, que gentilmente nos concedeu esta entrevista. Ela nos contou um pouco sobre sua trajetória artística e seus planos para o futuro, que com certeza serão bem sucedidos e com muito sucesso.
Magda Colares transmite a fragmentação contemporânea com seus seres lindamente despedaçados.
“Oscar D´Ambrosio”

Vejam a entrevista completa no link:
                                                    Magda Colares



Poesias




sexta-feira, 31 de maio de 2019

Marcelo Neves

Entrevista com Marcelo Neves,escultor,produtor cultural e galerista.

Jovem e promissor talento no mundo das artes. Sua sensibilidade ao observar a anatomia humana, a forma dos objetos e a sua ocupação no espaço, fez com que ele desenvolvesse esculturas exuberantes. A anatomia surpreendente, os volumes impressionantes e a leveza dos gestos, tudo muito sutil, faz como se a vida ali existisse com graça e beleza. 
Vejam a entrevista completa com Marcelo Neves no link:




Novas obras

Borboleta OST 80/100
"Megalopolis" OST  60/80




terça-feira, 19 de março de 2019

Arara Azul-Amor infinito

Amor infinito-OST 60/90

Poeta-Poesia

O poeta segue vagando sem destino.
Em seus pensamentos as rimas vão surgindo.

Olhando o céu, as pessoas, todos os movimentos.
Visões de muitas formas, cores, amores.

Em um simples sorriso, percebe a alegria.
Em uma lágrima, uma dor, tristeza.

Tenta estar em sintonia com a natureza.
Perceber sua beleza, e como sua grandeza.

O poeta segue vagando, sonhando.
Queria ter asas para voar, até as estrelas chegar.

Não tem como lá chegar.
Segue seu em busca da rima perfeita.

O poeta segue vagando sem destino.
Em seus pensamentos as rimas vão surgindo.

Por fim, seu poema esta concluído.
Chegou ao seu destino.

AUTOR: EDMUNDO CAVALCANTI.